Português como língua oficial em Macau: ensino, aprendizagem e empregabilidade (introdução)

  •  
  • 2042
  • 4
  • 3
  • Portuguese(Brazil) 
Jan 18, 2016 13:49
Nos séculos XV e XVI os navegadores portugueses levaram a língua portuguesa que inicialmente falada por cerca de um milhão de pessoas por vários continentes, incluindo alguns pontos da Ásia. Durante a colonização portuguesa que demorou 422 anos, Macau foi influenciado por ambas as culturas chinesa e portuguesa, fazendo com que a cidade seja marcada pelas diversas confluências culturais.

Macau, reconhecido como o “portão” da China do Sul, Situa-se na costameridional da República Popular da China, a oeste da foz do Rio das Pérolas. Assim como Hong Kong, Macau é oficialmente denominada Região Administrativa Especial(RAE) da República Popular da China(RPC), um país com dois sistemas políticos: socialismo - praticado na RPC - e capitalismo - praticado nas RAEs. Segundo a Lei Básica de Macau, artigo 9º, na versão oficial em português, o estado das línguas oficias na RAEM é definido assim: “Além da língua chinesa, pode-se usar também a língua portuguesa nos órgãos executivo, legislativo e judicial da região Administrativa Especial de Macau, sendo também a língua portuguesa a língua oficial”. A equiparação do estado das duas línguas oficiais neste artigo parece dar-nos a impressão de que o português, a única língua oficial durante os quatrocentos anos de administração portuguesa, é valorizado com menos importância, o que de alguma maneira reflecte a sua presença actual em Macau.

No terceiro trimestre de 2015, Macau passou a contar com a população de 643 100 pessoas, em que 180 751 foram titulares de “bluecard”, ou seja, o cartão de identificação de trabalhador não-residente, de acordo com os últimos números da Direcção dos Serviços de Estatística e censos, enquanto a percentagem da população de falante de português é 4%, a equivalente de cerca de 25 000 de pessoas, conforme os dados estatísticos de Observatório da Língua Portuguesa em outubro, 2015.

Por colonização portuguesa a sua língua se encontrava com um grupo de povo culturalmente distinto e foi imposta no território como língua oficial, que se manteve até agora. Entretanto, a difusão da língua actual é considerada pouca e tem experimentado um desaparecimento progressivo, o que são suscitados por várias razões. Um dos factores principais é que português não é disciplina obrigatória para todas as escolas primárias e secundárias; existem escolas luso-chinesas mas o ensino não é exigente; quase metade de população chinesa vieram da China Continental e não se formaram com língua ocidental pois a cultura portuguesa não é totalmente raizada na comunidade chinesa. Além disso, a língua inglesa que está no lugar linguístico mais importante também já estava em vasta expansão em Macau, cansando a população privilegiam o inglês em detrimento do português.

Sendo uma das línguas oficias utilizada no quadro das diversas actividades oficias e a manutenção do seu estatuto da região permanecendo inalterado mesmo até ano 2049, o ensino da língua ainda é muito valorizado pelo governo e a aprendizagem é procurada pela sociedade.